Snapchat

Nascido em Los Angeles, Thomas Spiegel, de 24 anos, teve um insight bacana ao fundar o Snapchat, app que está entre os 10 na lista da AppStore.

Quem ainda não usa o aplicativo, não sabe o que está perdendo, não é coisa de outro mundo, mas um passatempo nada produzido que preenche os raros momentos de ócio.

Basicamente, seu funcionamento é assim: usuários podem tirar fotos, gravar videos e adicionar textos e desenhos à imagem, e escolher o tempo que a imagem ficará no visor do amigo de sua lista. Com a nova atualização é possível iniciar uma conversa com texto ou vídeo com seus amigos, mesmo sem ativar sua câmera para conversar. O tempo de cada snap é de 1 à 10 segundos, e após aberto, a imagem ou vídeo somente poderá ser vista pelo tempo escolhido pelo remetente. A imagem é excluída do dispositivo e também dos servidores.

Sou usuária até assídua do Snap e gosto de coletar momentos diversos do meu dia e não a mesma cara ou situação sempre, o que tornam sua funcionalidade monótona, ao meu ver. Como tenho manias de usar minhas hashtags em tudo, aqui elas também não passam batidas.

Será que podemos dizer que o App está tomando lugar das fotos rotineiras, bem produzidas e tão "mais do mesmo" do famoso Instagram? Eis a questão.

Vão aí alguns dos meus snaps.

Snap: alinesacr

Sigam-me por lá e acompanhem um pouco desse dia a dia! Valeu?!

#alinerprocks